Monthly ArchiveMay 2006



Austrália 26 May 2006 14:59

Austrália 1×0 Grécia

Foi um belo jogo. Estádio completamente lotado, 95.103 pessoas. A Austrália dominou a maior parte do primeiro tempo (o gol foi aos 15 minutos), o segundo tempo foi mais parelho. Ok, a Grécia não é exatamente uma seleção com muita tradição, tanto que nem sequer vai para a Copa, mas eles são os atuais campeões europeus (ganharam do Portugal do Felipão na final). Os australianos jogaram bem, mas a defesa é um pouco, digamos, assustadora (muitas bolas recuadas para o goleiro com atacantes por perto).

Alguns comentários gerais:

  • eu não ia a um estádio de futebol desde 1994; é uma experiência divertida, completamente diferente de assistir em casa pela TV: o jogo até parece mais curto, o tempo passa mais rápido
  • uns 70% dos torcedores estavam com camisetas nas cores da seleção; outros estavam com cachecóis, bandanas ou bandeiras; era raro algum torcedor sem nenhum item verde-amarelo (eu estava com a camisa da seleção brasileira)
  • ao comprar o ingresso, eu tinha que escolher em que área do estádio eu queria ficar: na torcida australiana, na torcida grega ou na área “seca” (onde bebidas alcoólicas são proibidas); eu optei pela torcida australiana mas, na prática, exceto por uma pequena área que tinha só torcedores gregos, estava tudo misturado. Melbourne é a maior cidade grega fora da Grécia, então não era incomum ver gente com as duas bandeiras, ou grupos de amigos em que alguns estavam vestidos de amarelo e outros de azul
  • tudo muito civilizado no estádio; lugares numerados (e respeitados) para todo mundo, ninguém era revistado na entrada, a segurança era muito discreta. Vi alguns pares de policiais andando pelo meio da torcida, e vários (quase todos mulheres) dentro do campo. A cerca entre os torcedores e o campo é bem baixa, e durante o segundo tempo o telão de vez em quando avisava (sob vaias) que a multa por invadir o campo é de seis mil dólares. Ainda assim, três torcedores (com camisas da Grécia) pularam para o campo quando a partida acabou, e foram prontamente soterrados por policiais (ok, soterrados é exagero; foram três policiais por invasor)
  • cada vez que o técnico da Austrália aparecia no telão, se ouvia um “uuuu” por todo o estádio; primeiro achei que fossem vaias, depois notei que o pessoal estava era falando “Guus”, que é o nome dele (Guus Hiddink, holandês); acho que era gozação mesmo
  • diferentemente do que escrevi antes, não foi o último amistoso antes da Copa; foi só o último em casa. A Austrália joga com a Holanda dia 4, e com Liechtenstein (sério) dia 7
  • na preliminar, futebol feminino, Austrália 2×1 México; cheguei ao estádio pouco mais de uma hora antes do início do jogo principal, e mais da metade das arquibancadas ainda estavam vazias; só encheu mesmo uns 10 minutos antes do jogo
  • os Socceroos têm patrocínio; são os Qantas Socceroos
  • um comercial da Nike, apresentado no telão, mostra um velhinho falando repetidamente que a Austrália não tem chance nenhuma, nem contra a Grécia nem contra o Brasil (e aplaudindo lances dos dois Ronaldos); o slogan é “A história está contra a gente. Dane-se a história.”

Agora é esperar a Copa, e se preparar para dormir mal por algumas semanas; os jogos da primeira fase, no horário daqui, são às 11 da noite e às 2 e 5 da manhã. Detalhe chato: na terceira rodada, Austrália x Croácia e Brasil x Japão acontecem ao mesmo tempo; a SBS, claro, vai passar o jogo da Austrália ao vivo, e o do Brasil logo depois…

Acaso 25 May 2006 16:09

Sobre buscas

Hoje fui dar uma olhada nas estatísticas deste site; não é algo que faço com freqüência, até porque não tenho tantas visitas assim. Um dado que sempre é interessante ver é quais palavras e expressões, quando usadas em sites de busca, trazem internautas para cá. As “top 10″ de 2006 até agora são:

  • tabuada: e tudo porque eu escrevi um texto engraçadinho sobre um folheto de tabuada que vi em uma banca de jornais…
  • brigas de torcidas: parece ser um assunto sempre em voga
  • animais australianos: são esquisitos, e escrevi sobre alguns deles
  • molho alfredo: em um texto sobre uma viagem, eu comentei que o molho alfredo que encontrei em Israel era diferente de qualquer um que eu já tivesse visto; por algum motivo, esse texto é (hoje) o nono resultado de uma busca por essa expressão no Google
  • flying car perth: o suposto carro voador que aparece em Perth, Western Australia nas imagens do Google Earth foi bastante comentado há algum tempo
  • palavras ao vento: nenhuma surpresa, é o nome deste blog
  • sarah whiley: já esse me surpreendeu um pouco e tive que pesquisar para ver quem era; Sarah Whiley é uma australiana que foi morta por um tubarão em janeiro; eu nunca escrevi sobre ela, mas deve ter aparecido por um tempo longo nas notícias da capa do meu site, o suficiente para entrar no índice do Google (já saiu)
  • cultura australiana: às vezes escrevo sobre isso
  • roupas tipicas da australia: mas nunca escrevi sobre isso; que eu saiba, roupas típicas daqui são as mesmas de qualquer país ocidental…
  • exercício de física: coloquei um aqui, alguns meses atrás

Nenhuma graaande surpresa, nem nada muito estranho (mas aquela obsessão com brigas de torcidas é meio peculiar, para não dizer perturbadora). “Viver na Austrália” foi só o número 16 na lista, mas “futebol australiano” foi o número 11. Claro, entre as 9.725 expressões diferentes apareceram algumas coisas esquisitas:

  • preço do porta aviões brasileiro
  • como se monta uma máquina de lavar roupas
  • previsões para o grêmio (mais exatamente 100 outras expressões envolvendo “grêmio”, com ou sem acento): tristes, muito tristes
  • tudo sobre os 14 pontos de wilson (e mais 55 expressões com o meu nome): é algo sobre a Primeira Guerra, me parece

Enfim, divertido olhar. E fica claro que há um mercado não explorado para tabuadas online.

Austrália 24 May 2006 14:33

Vem chegando a Copa…

…e aqui na Austrália também se fala bastante no assunto. Os meus colegas de trabalho, no entanto, me dizem que isso é novidade, e só está acontecendo porque a Austrália está participando; as dos anos anteriores foram solenemente ignoradas pela imprensa.

Não está nada tão gritante quanto no Brasil, claro. Mas tem comerciais na TV (aquele da Adidas, “José + 10″, também passa aqui), menções em todos os noticiários, concursos dando passagens para a Alemanha e ingressos para jogos… em um dos jornais daqui, domingo, veio uma bandeirinha plástica dos Socceroos para ser colocada na janela do carro (já vi dois na rua usando), e o outro jornal vai trazer amanhã um álbum de figurinhas. Um telão instalado na Federation Square, no centro de Melbourne, vai mostrar os jogos ao vivo, todas as madrugadas.

A seleção australiana foi “apresentada” para a torcida na mesma Federation Square nessa segunda-feira, e amanhã faz seu último amistoso antes da Copa contra a seleção da Grécia, aqui em Melbourne, em um estádio que vai estar completamente lotado: os 95.000 ingressos colocados à venda estão esgotados há semanas (e um deles está bem guardado comigo).

Depois escrevo sobre como foi o jogo.