Austrália 03 Nov 2004 23:40

A Copa dos Cavalos

Ontem, dois de novembro, foi feriado aqui no estado de Victoria: Melbourne Cup Day. A tal Melbourne Cup é uma corrida de cavalos, a mais famosa do país e a que paga o maior prêmio (2,7 milhões de dólares para o vencedor desse ano). Mas vamos por partes…

Desde meados de outubro, várias importantes corridas de cavalos acontecem aqui em Melbourne, em algo que se chama coletivamente “Spring Racing Carnival”. São eventos importantes para a “society” de Melbourne, que culminam nos dias próximos à Cup. Amanhã, por exemplo, é “Ladies Day”; sábado passado era o “Derby Day”. Nesse dia nós passamos perto da Flinders Station, a principal estação de trens do centro, e vimos o pessoal se dirigindo para a corrida: homens de terno, mulheres em vestidos brilhantemente coloridos e com chapéus extravagantes. O engraçado era ver todo esse povo com roupas obviamente caríssimas fazendo fila para comprar o tíquete do trem.

Segundo o pessoal local, mais engraçado é ver o público voltando no final do dia; além de assistir os cavalos e apostar, outra atividade tradicional é beber. Aparentemente, as moças parecem menos sofisticadas depois de algumas taças de champanhe…

E engraçado também é o dia da corrida principal ser feriado. Tudo fecha, inclusive órgãos públicos e comércio, e a cidade fica um deserto. Alguém comentou comigo que é porque esse é um dia que reúne as duas paixões dos australianos: esportes e apostas. Há até um movimento para que o dia passe a ser um feriado nacional.

Na universidade (que tecnicamente é um órgão público…) esse feriado não é observado (se troca por um dia extra de folga no final do ano), então eu trabalhei normalmente. Mas havia um certo clima de dia de jogo de Copa do Mundo. No meio da manhã passou gente recolhendo apostas para um “bookmaker” interno (não apostei), e na hora da corrida, 3:10 da tarde, todo mundo parou e foi ver o evento no telão de um anfiteatro. Estava um dia horrível para uma corrida: frio, chovendo forte e ventando muito forte; mas, como o dia havia começado quente e ensolarado, as mulheres que foram à pista estavam vestidas para um dia de primavera, e deviam estar sofrendo muito…

No que pode ser uma metáfora para a eleição americana, ganhou o mesmo cavalo do ano passado, que era justamente o favorito.

Comments are closed.