Monthly ArchiveAugust 2003



Acaso 26 Aug 2003 23:05

Granizo

O que acontece quando um 737 encontra uma tempestade de granizo ? Isto (imagens grandes)

Pessoal 25 Aug 2003 21:19

Pesquisas

É verdade: o IBGE existe!

Não só existe, como fui entrevistado por um pesquisador. Por alguns daqueles mistérios da vida, a minha residência foi selecionada para a pesquisa nacional de emprego, que é o que o IBGE usa para gerar aquele numerozinho de índice de desemprego que eles informam todas as semanas. O que quer dizer que, nos próximos quatro meses, o indicador de emprego da terceira semana de cada mês vai contar com a minha humilde participação.

O que também quer dizer que, nos próximos quatro meses, eu vou conviver com um pesquisador vindo me visitar uma vez por mês e perguntando o meu salário. Bom, é um pequeno sacrifício para cumprir o meu dever cívico.

(a propósito, o pesquisador apareceu uma vez só e nunca mais voltou; não sei o que isso diz quanto à credibilidade do IBGE)

Acaso 25 Aug 2003 12:47

Pneus ao vento

E quando eu digo que o problema do Rubinho não é falta de talento, é excesso de azar, ninguém acredita. O cara faz um bom treino, larga relativamente bem (apesar de uma besteirinha na segunda volta) e perde um pneu! É algo incrível.

Acho que é melhor ele se aposentar antes que o azar dele se encontre com uma parede de concreto…

Pessoal 24 Aug 2003 20:20

Mais vírus

A propósito, eu recebi várias outras cópias do vírus Sobig durante o final de semana. O número de mensagens não chega nem perto do número de spams que eu recebi no mesmo período mas, como cada vírus tem mais de 100KB, eles acabam sendo bem mais pesados do que o spam normal…

Técnico 24 Aug 2003 17:13

Programadores

Esse é um problema que eu tenho e, tenho certeza, muita gente também tem: como entrevistar programadores. Esse artigo tem uma série de dicas (algumas delas conflitantes) de pessoas com anos de experiência tanto em programação quanto em gerenciamento de programadores.

O livro Expert C Programming (Peter van der Linden) também tem um capítulo dedicado exclusivamente a esse assunto.

Mundo 24 Aug 2003 16:36

Columbia

Ainda sobre o mesmo assunto, o Washington Post de ontem publicou artigo (em inglês) contando com detalhes os eventos do acidente da Columbia. Lendo a descrição dos últimos minutos de vôo, é impressionante que a nave tenha resistido tanto tempo aos danos que ela estava sofrendo durante a descida, e isso sem mostrar muitos sinais do problema. Os computadores pilotando a nave conseguiram manter a rota estável apesar de uma das asas estar rapidamente se desintegrando.

Segundo o artigo, depois do quinto dia da missão (que durou 16) já não havia muito o que fazer para evitar o acidente, mesmo que o problema fosse descoberto. Não haveria tempo hábil para lançar uma missão de resgate, e a nave não tinha condições de, por exemplo, se acoplar à Estação Espacial Internacional.

Pessoal 23 Aug 2003 22:27

O foguete


É curioso, mas o acidente em Alcântara me afetou menos do que o acidente com a Columbia, em janeiro, quando deveria ser o contrário. Em Alcântara morreu mais gente e eles eram brasileiros, mas a Columbia parecia mais real, parecia uma perda maior.

Será que é porque, desde “sempre”, nós (brasileiros) vemos a conquista espacial como algo que os americanos fazem ? Será que é porque o ônibus espacial é muito mais bonito do que o nosso VLS ? Ou será que é porque a exposição na mídia foi muito maior no caso da Columbia do que agora ? Atá as imagens do local do acidente ainda são raras, mais de um dia depois do acidente.

Em todo caso, fica aqui meu lamento pela perda em Alcântara. Aqui, como no caso da Columbia, o caminho certo continua sendo para a frente. É a melhor maneira de honrar aqueles que se sacrificaram pelos avanços que conquistamos e conquistaremos.

Acaso 23 Aug 2003 00:29

A vida real

Este é certamente um dos sites mais originais que eu vi em um bom tempo. Em www.diddly.com/random existe um programa que gera nomes aleatórios de arquivos no mesmo formato dos nomes que são usados por default pelas câmeras digitais mais comuns. Daí ele procura pelo nome no Google.

O resultado é uma colagem de fotos aleatórias de pessoas aleatórias. A minha reação inicial foi “cara, que legal!” Isso é uma janela para o mundo, uma janela para a vida das pessoas em geral. Numa seleção ao acaso, apareceram várias fotos de um ônibus, uma coisa que parecia um molde de argila de mãos, um cachorro, uma mulher jogando tênis e um close de uma flor. Na próxima havia uma vista do Rio mostrando o Maracanã, uma família, várias torres de transmissão de energia, uma pessoa ouvindo música dentro de um trem e um bebê. E assim por diante.

É muito legal. É o mundo todo. Experimente.

Pessoal 22 Aug 2003 17:49

Vírus ao vento

Eu admito que estava me sentido impopular. Só se ouve falar no tal de Sobig, todo mundo diz que é o vírus que se replicou mais rápido até hoje, milhões de pessoas estão infectadas, e eu eu não recebi quase nenhuma cópia dele.

Continuo recebendo poucos (foram só seis hoje, e uns dois ou três ontem), mas pelo menos percebi que o provedor de uma das minhas contas de e-mail está bloqueando as mensagens com o vírus antes que elas cheguem à minha caixa-postal. Assim, eu fico sem saber quantos eu teria recebido, mesmo, mas pelo menos não me sinto mais tão impopular assim.